quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Album de recordações

Abri o meu álbum de recordações...
contemplei cada momento...
com um sorriso... com uma lágrima,
Senti o coração pulsar...
abrandar... saltar de alegria...
depois apertado... de angustia.
Fotografia atras de fotografia...
decisões tomadas, loucuras, lamentações.
Encontrei-te...mergulhei nas minhas memorias...
Sorridente... ardente.. humilde...
um mistério... foi assim que te conheci...
fui á descoberta de um tesouro...
tesouro que perdi na imensidão de loucuras....
deixei-te passar por aquela porta....
um sorriso que tudo aceitou...
abri a porta da solidão porque quis...
por desespero... de não conseguir...
aceitar ser feliz... perdida... como antes de te conhecer...
Dias e dias... revivendo momentos passados...
Olhares trocados....risos ...
ainda consigo ouvir... por trás das cortinas....
loucuras de seres apaixonados....
o teu calor...o sentimento ....
tudo que envolve o amor...
que não soube embrulhar....
Pagina a pagina ...o olhar detém-se...
naquele momento em que desististe...
me deixaste seguir o caminho...
Não ficou na foto... aquela lágrima que caiu...
aquele lamento... preso na garganta...
o soluço...o começo de um choro...
Momentos vejo passar... aqueles dias sem fim...
olhando pela janela... revoltada... imersa na tristeza...
dia a seguir á noite... sem sentir o calor do sol...
recordo todo o frio que senti...sem ti...
Olho de novo pela mesma janela...
plena de recordações...
sinto o teu abraço...a tua doçura...
cai do meu colo meu álbum de recordações...
o álbum da minha alma...que parou...
no momento... em que corri para ti...
erros admiti...neblina da minha alma se dissipou...
viste o quanto és importante para mim...
álbum que cai para o chão...marcado...
pelos meus passos... nosso calor...
album que se fecha na fotografia...
imersos em flores brancas que caem...
um véu que é levado pelo vento...
o teu beijo...as palavras...és minha...amo-te...
amei-te desde o primeiro momento...
Folhas que se unem...repletas de sentimentos...
aprendi a amar-te de corpo e alma...

1 comentário:

  1. oi Vânia, tudo bem? Que saudade de ti! Como vai teu trabalho e tua família? Lindos poemas, você estava mesmo inspirada! Vejo que seu marido é muito feliz e vocês são muito apaixonados! Isso é muito bom! Tenha um lindo fim de semana! bjs Nina

    ResponderEliminar